Poemel

Mistura 

sem culpas

servido em versos,

adoçam o tempo

e vem tictacteando;

o mel cai e inspira

sinestesicamente... 

o poema transpira

- grudam-se os sabores:

Poemel nascente. 

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, English, Arte e cultura, Música